Aumentar(+)   Diminuir(-)
Trabalho Extraclasse

O Sinpro/RS luta pela regulamentação e remuneração da atividade extraclasse dos professores do ensino privado. O excesso de demandas de trabalho fora do horário contratado compromete a qualidade de vida dos docentes e, em diversas pesquisas, foi identificado como um dos principais fatores do seu adoecimento. A luta se dá em diferentes frentes: as negociações coletivas com o Sinepe, em ações coletivas na Justiça do Trabalho e na opinião pública.

A partir de denúncia do Sinpro/RS, o Ministério Público do Trabalho do Rio Grande do Sul (MPT/RS) reconheceu a demanda do Sindicato e emitiu Notificação Recomendatória para as instituições de ensino de todo o Estado com seis itens que devem ser observados para a preservação do direito ao descanso do professor. Juntamente com a ação, o Sindicato passou a disponibilizar aos professores o Ponto Extraclasse – planilha eletrônica para o registro diário de todas as atividades realizadas fora da carga horária contratada. Assim, além de ter a real dimensão do tempo de trabalho sem remuneração realizado, o registro se constituirá em um argumento de peso em futuras demandas judiciais.

Na negociação salarial com o Sinepe/RS, sindicato patronal, a câmara da educação básica acolheu a reivindicação do Sinpro/RS e incluiu na Convenção Coletiva de Trabalho a proibição da exigência de trabalho aos professores em domingos e feriados, com o fechamento dos portais e sistemas digitais das escolas nestes dias, e o fim da dupla escrituração escolar. Uma conquista importante e comemorada pelos professores.







Voltar   Imprimir


Sinpro/RS - Av. João Pessoa, 919 - Farroupilha - CEP 90040-000 - Porto Alegre - RS - Fone (51) 4009 2900 - Fax (51) 4009 2917 - Filiado a CUT, Contee e Fetee/SUL

© Copyright 2006 - 2017, Sinpro/RS - Todos os direitos reservados.